Pedido de impeachment

Oposição lançará petição online para impeachment; aliança PSDB-PMDB é vista como mais viável

De acordo com informações da Folha de S. Paulo Aécio Neves foi consultado por líderes de quatro partidos de oposição sobre o lançamento do movimento pró-impeachment e deu sinal verde para isso

SÃO PAULO – Os deputados da oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff anunciaram na noite da última terça-feira (8) um movimento suprapartidário para pedir que o processo de impeachment da presidente seja aberto. 

Na próxima quinta-feira (10), às 11h, será lançado um site que terá uma petição pública para recolher assinaturas pedindo pelo impedimento de Dilma. 

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) disse que “não suporta mais três anos e meio do governo da presidente Dilma” e que haverá conversas com a finalidade de convencer os parlamentares disso.

PUBLICIDADE

“Nós temos que recepcionar essa indignação de grande parte da sociedade brasileira e transformá-la em algo dentro do Parlamento. Estaremos a partir de agora analisando os pedidos de impeachment que constam também dentro da Casa, para fazer uma leitura de qual deles tem um formato mais adequado. Mas já adianto que o pedido feito por Hélio Bicudo, por sua formação como membro do Ministério Público, por ter ajudado a fundar o PT, ele tem bastante força e bastante relevância nesta Casa, porque não se trata de alguém que está no campo da oposição. Se trata de alguém que reflete o sentimento de toda a nação, que é de não aceitação mais deste governo que aí está”, afirmou. 

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o presidente do PSDB, Aécio Neves, foi consultado por líderes de quatro partidos de oposição sobre o lançamento do movimento pró-impeachment. E, apesar de não querer assumir a dianteira do grupo,deu sinal verde para que os deputados trabalhem pelo afastamento de Dilma. O aceno foi recebido pelos deputados como sinal de que uma aliança entre PSDB e PMDB na hipótese de queda se tornou mais viável.

Segundo a coluna, o grupo tentará adicionar ao pedido de impeachment protocolado por Bicudo peças de Ives Gandra Martins e Miguel Reale Júnior.