Unificando discurso

Oposição lançará movimento pró-impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados

A ideia é que a campanha seja lançada nas redes sociais e que conte com o apoio da sociedade para pressionar mais deputados a aderirem à causa

(Lula Marques/ Agência PT)

SÃO PAULO – Os partidos de oposição da Câmara dos Deputados unificaram o discurso e devem lançar na próxima semana um movimento pró-impeachment da presidente Dilma Rouseff. A ideia é que a campanha seja lançada nas redes sociais e que conte com o apoio da sociedade para pressionar mais deputados a aderirem à causa. 

O grupo será formado por deputados de PSDB, DEM, PPS, Solidariedade, PSC e até PMDB, que integra a base de sustentação do governo. 

Conforme informações do jornal O Estado de S. Paulo, a ideia inicial era montar uma frente parlamentar mas, como isso exige assinaturas, os parlamentares preferiram criar um movimento para não expor os deputados e assim evitar cooptação de membros por parte do governo.

PUBLICIDADE

Segundo disse um integrante do PSDB ao Estadão, o movimento terá site e produzirá material gráfico. A intenção é criar um canal de diálogo mais amplo com os movimentos de rua que defendem a saída da presidente Dilma.

De acordo com o jornal, ainda não se sabe qual será o embasamento jurídico a ser utilizado, mas já há conversas com o jurista Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT, que apresentou pedido de impeachment à Câmara nesta semana.

O processo de impeachment é dependente em boa parte do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Segundo a Folha, o parlamentar saiu satisfeito de uma reunião com a presidente realizada na terça-feira. Apesar disso, segundo um deputado, a oposição não acha que tenha “perdido Cunha”.