AO VIVO Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Problemas

Oposição anuncia que irá boicotar sessão da votação da 2ª denúncia contra Temer

Eles dizem que não vão registrar presença na sessão plenária desta quarta com o objetivo de impedir que ocorra a votação, prolongando a "luta" do presidente

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Líderes da oposição na Câmara dos Deputados anunciaram nesta terça-feira (24) um boicote à sessão que irá votar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Eles dizem que não vão registrar presença na sessão plenária desta quarta (25) com o objetivo de impedir que ocorra a votação, prolongando a “luta” do presidente.

Para que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), possa começar os procedimentos da votação, é necessário que pelo menos 342 dos 513 deputados registrem presença no plenário. Juntos, partidos da oposição reúnem cerca de 100 deputados, o que, se somada a ala oposicionista do PSB, podem chegar a 120 parlamentares. 

 “A responsabilidade de dar quórum é do governo. Mas é claro que, se o governo der quórum, nós vamos para o embate”, afirmou o líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE). Ele disse que os “dados” da oposição mostram que Temer pode sofrer uma derrota na votação de quarta. “A vaca pode ir para o brejo amanhã”, declarou.

Aprenda a investir na bolsa

Diante disso, líderes governistas tentam mobilizar a base para que os deputados marquem presença, mesmo quem votará contra Temer.”Vamos monitorar a chegada dos deputados a Brasília para garantir que a sessão ocorra. Precisamos até mesmo que aqueles que vão votar contra registrem presença”, disse ao Estadão o líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE).