Segundo Folha

Odebrecht formaliza delação premiada e leniência pela Operação Lava Jato, diz colunista

Informa a jornalista Mônica Bergamo que a empreiteira e o Ministério Público assinaram, na quarta-feira passada, documento que formaliza a negociação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após meses de conversas, a Odebrecht e o Ministério Público Federal assinaram, na quarta-feira passada, documento que formaliza a negociação de delação premiada e de leniência da empreiteira pela Operação Lava Jato. As informações são da jornalista Mônica Bergamo em sua coluna pelo jornal Folha de S. Paulo, e devem provocar mais turbulência à tempestade política brasileira.

Conta a jornalista que a empreiteira se comprometeu oficialmente a dar detalhes do financiamento de campanhas majoritárias recentes com as quais colaborou, o que deve atingir os três principais partidos. Os procuradores negociariam ainda acesso a toda a contabilidade de caixa dois da empresa, o que pode envolver centenas de políticos e até autoridades de outros poderes.

Em reportagem, o jornal Valor Econômico contou que junho pode ser um mês decisivo para a Odebrecht e seus credores. A companhia promete colocar em dia demonstrações financeiras, e os investidores esperam por avanços na venda de ativos e acordo de leniência para que a companhia sobreviva ao grave momento pelo qual passa. Conta o jornal que, embora não seja a alternativa desejada por nenhuma das partes, a expressão “recuperação judicial” deixou de ser tabu nas conversas.

Aprenda a investir na bolsa