Segundo Folha

Odebrecht cita em delação caixa 2 de R$ 500 mil para campanha de Marta em 2010

A senadora negou a acusação e afirmou não ter recebido nenhuma doação da Odebrtecht na eleição de 2010, informa a Folha

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), candidata à prefeitura de São Paulo, recebeu doação de R$ 500 mil via caixa dois da empreiteira Odebrecht durante campanha de 2010 ao Senado, em que ela concorreu pelo PT. As informações foram prestadas durante processo de delação premiada de executivos da companhia. O valor, corrigido pela inflação, seria de R$ 757 mil atualmente.

De acordo com o depoimento, a negociação foi feita com o empresário Márcio Toledo, marido de Marta. Essa é a primeira vez que a senadora aparece como suposta beneficiária de caixa dois na investigação da Lava Jato. Toledo disse que a afirmação de que ele negociou com a Odebrecht é “leviana e mentirosa”.

 A senadora negou a acusação e afirmou não ter recebido nenhuma doação da Odebrtecht na eleição de 2010. Na Justiça Eleitoral de 2010 não existem registros de contribuições da empreiteira à campanha de Marta.

Aprenda a investir na bolsa