Obama se aproxima de candidatura à presidência dos EUA

Vitória nas primárias do Oregon deram ao senador a maioria dos delegados disputados; Hillary Clinton vence no Kentucky

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – “Vocês nos colocaram dentro do alcance da candidatura democrata à presidência”. A idéia de vitória está implícita no discurso feito pelo pré-candidato Barak Obama aos seus partidários após vencer a primária de Oregon na última terça-feira (20).

Com o resultado, o senador de Illinois continua na frente e ultrapassa uma barreira importante na corrida, alcançando a maioria dos 3.253 delegados disputados. Para estrategistas políticos, a marca é relevante, já que a maioria dos pré-candidatos que a alcançam conseguem a nomeação.

Após as primárias de terça-feira, Obama conseguiu 1.649 delegados contra 1.497 de sua rival Hillary Clinton. Embora a possibilidade de Obama atingir o número necessário de delegados para a nomeação seja pequena, o fato de possuir mais da metade dos delegados disputados se torna um apelo importante aos superdelegados que ainda não declararam seu voto.

Apostando na vitória

Embora ainda haja mais três primárias (Porto Rico, South Dakota e Montana) até o final da disputa, em 2 de junho, Barak Obama já pensa na disputa presidencial contra McCain.

“A parte mais difícil e mais importante da nossa jornada ainda está à nossa frente”, afirmou Obama aos partidários após a vitória no Oregon.

Kentucky

Porém a terça-feira não foi de comemoração somente para Obama. Hillary Clinton também alcançou bons resultados, com uma grande vitória na outra primária do dia, no Kentucky.

A diferença de 36 pontos percentuais sobre o rival animou Clinton, que se reafirmou na luta e disse ser a “melhor posicionada” para vencer as eleições contra o candidato republicano John McCain, em novembro.