Obama reforça plano de reforma do sistema de saúde dos EUA

Há poucos dias de uma cúpula no Congresso, presidente defende proposta de maior cobertura e fiscalização do governo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reforçou nesta segunda-feira (22) a proposta de reformulação do sistema de saúde do país, que deve beneficiar 31 milhões de norte-americanos atualmente não cobertos pelos planos privados.

A ideia é que a cobertura seja ampliada e que haja uma maior fiscalização do governo sobre as seguradoras. 

Estimativas
As estimativas são de que o plano custe US$ 950 bilhões de dólares. Em 10 anos, esse custo inicial deve ser recuperado e uma redução de US$ 100 bilhões deve ser gerada no déficit público dos EUA.

O pronunciamento de Obama veio antes da cúpula bipartidária que discutirá o sistema de saúde norte-americano na quinta-feira. O presidente democrata procura apoio no Congresso para aprovar o plano, enfrentando a oposição republicana.

Aprenda a investir na bolsa