Obama pede a Bush os US$ 350 bilhões remanescentes do TARP

Casa Branca confirma contato após o último pronunciamento de Bush; presidente-eleito deve realizar mudanças no plano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após o último pronunciamento de George W. Bush, realizado na manhã desta segunda-feira (12), Barack Obama entrou em contato com o ainda presidente norte-americano e solicitou acesso aos US$ 350 bilhões restantes do TARP (Troubled Assets Relief Program).

O pedido formal foi confirmado no início desta tarde por Dana Perino, porta-voz da Casa Branca. Perino ainda afirmou que a solicitação de Obama foi prontamente atendida por Bush.

“Continuaremos as consultas com a equipe do presidente-eleito e com o Congresso para que os procedimentos da transição sejam realizados da melhor maneira possível”, concluiu a porta-voz.

Mudanças no plano

PUBLICIDADE

Os US$ 700 bilhões do TARP foram destinados pelo governo George W. Bush para a aquisição de ativos podres em posse das instituições financeiras.

Segundo a imprensa internacional, Obama deve realizar algumas mudanças na utilização do plano, que incluem novas medidas para impulsionar o setor imobiliário.