Obama: lei contra insider trading na política dos EUA é apenas o começo

Alguns membros do Congresso e também executivos de empresa criticam as limitações que o STOCK Act traz

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta sexta-feira (23) que a lei que tenta conter as operações de congressistas, membros do Executivo e de órgãos reguladores com informações privilegiadas é apenas o começo do combate contra o chamado insider trading.

“O Congresso devia fazer ainda mais para ajudar na luta contra a influência destrutiva do dinheiro na política, e reconstruir a confiança entre Washington e o povo norte-americano”, disse o líder, citado pela imprensa internacional. Ele deve sancionar o STOCK Act em breve.

Críticas
Alguns republicanos, no entanto, criticam o texto, dizendo que ele pode infringir a liberdade de expressão garantida na Primeira Emenda da Constituição dos EUA. Isso porque o projeto exige uma provisão de informações políticas de operadores do Capitólio acusados da prática.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, membros do empresariado reclamam que reuniões de executivos do alto escalão de grandes grupos com políticos norte-americanos podem, agora, serem vistas com maus olhos por causa da lei. No entanto, a versão final do STOCK Act prevê um largo estudo sobre o insider trading e os efeitos do texto.