Obama exorta Republicanos a aprovarem lei que estende benefícios a desempregados

Lei beneficiará 2 milhões de trabalhadores, deve custar US$ 34 bilhões em 10 anos e será votada na terça-feira no Senado

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, exortou o Partido Republicano a parar de bloquear uma lei que estende benefícios aos desempregados do país. A lei, que reinstala benefícios de seguridade para mais de 2 milhões de trabalhadores desempregados, será votada na terça-feira (20) no Senado. 

Os líderes republicanos afirmam que irão apoiar a extensão apenas se ela não prejudicar a dívida nacional. A lei teria um custo de US$ 34 bilhões por 10 anos e seria retroativa a novembro.

Segundo Obama, os líderes estão com uma noção “errada de que a ajuda emergencial desencoraja as pessoas a procurar emprego”.