Obama deve vir ao Brasil assinar acordo no segundo semestre; Hillary virá antes

Presidente norte-americano deve assinar acordo de cooperação, no qual há a inclusão de temas como etanol e suco de laranja

 

SÃO PAULO – O presidente dos EUA, Barack Obama, deve vir ao Brasil durante o segundo semestre deste ano visando a ampliação das relações entre seu país com a América Latina, contando com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como representante dos latino-americanos.

Durante a visita, deve ser assinado um acordo entre norte-americanos e brasileiros para cooperação comercial, que, entre outros assuntos, deve tratar de temas polêmicos como etanol e suco de laranja. 

Acordo prevê facilidades
A secretária de Estado, Hillary Clinton, deve fazer uma visita antes de Obama – já neste semestre – para, dessa forma, definir quais serão os termos do acordo. É previsto que as discussões sejam baseadas na consolidação de um mecanismo de consulta que servirá como um instrumento facilitador de negociação envolvendo ambos os países – não visando, portanto, o fim de embargos nem barreiras comerciais. 

As visitas foram programadas nos últimos dias entre diplomatas brasileiros e norte-americanos. Obama aguardava apenas a oficialização do novo embaixador dos EUA no país, Thomas Shannon, para confirmar a vinda. 

Hillary exalta papel de Lula
Shannon foi nomeado em cerimônia na última terça-feira, em solenidade na qual Hillary Clinton, em seu discurso, exaltou o papel de Lula na liderança regional da América Latina, além de enfatizar que o presidente participa das principais negociações internacionais sem deixar de dissertar sobre qualquer que seja o tema em pauta. Para Hillary, os destaques da atuação brasileira são temas que abordam energia e clima.

 

PUBLICIDADE