Obama: crise europeia pode ter “impactos reais” nos Estados Unidos

Presidente norte-americano acrescentou que o Congresso deve aprovar sua proposta de plano de emprego

SÃO PAULO – O presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou nesta quinta-feira (6) que a crise da dívida na Europa pode prejudicar os Estados Unidos e acrescentou que o Congresso deve aprovar sua proposta de plano de emprego, com o objetivo de impulsionar a economia.

“Os problemas da Europa podem ter impactos reais em nossa economia num momento em que ela já está fragilizada”, destacou Obama durante uma coletiva de imprensa. “Mas esse projeto de lei de emprego pode impedir uma recessão, caso a situação europeia piore”, completou.

Obama disse que o Senado vai votar o plano de emprego, avaliado em US$ 447 bilhões, na próxima semana. “Há muitas pessoas sofrendo neste país para nós não fazermos nada”. Segundo Obama, a economia “precisa de uma balançada imediatamente”, e “as pessoas precisam de ajuda imediatamente”.

PUBLICIDADE

Ele afirmou ainda que a economia está “mais fraca agora do que estava no começo do ano”. Diversos fatores têm retardado o crescimento, incluindo distúrbios por todo o Oriente Médio. Porém, segundo Obama, o fator primário continua sendo a crise da dívida na Europa.