Entenda

O que as pesquisas Ibope e Datafolha sinalizavam 1 ano antes das últimas 2 eleições?

Levantamento sobre a corrida eleitoral de 2018 assustou o mercado, mas distância do pleito demanda cautela à especulação

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A divulgação da primeira pesquisa de intenção de voto do Ibope para as próximas eleições presidenciais gerou preocupações no mercado, que viu os candidatos que menos alimentam simpatia dos agentes econômicos despontando na liderança da preferência dos entrevistados. Segundo o levantamento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é hoje o candidato preferido do eleitorado, com entre 35% e 36% das intenções de voto, a depender do cenário avaliado. Na sequência vem o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), com entre 13% e 18% dos votos.

Em reação ao forte desempenho da dupla, que já havia sido expressado em pesquisas realizadas por outros institutos, o Ibovespa encerrou a última segunda-feira (30) em queda de 1,55%, aos 74.800 pontos, em seu pior pregão em mais de quatro meses. Analistas ouvidos pelo InfoMoney que pediram o anonimato dizem que os dois candidatos que lideram as pesquisas assustam os investidores por terem uma visão menos favorável à agenda de reformas demandada pelo mercado.

“O mercado está vendo que Lula estará no segundo turno caso possa concorrer em 2018 e com possibilidade de sair vitorioso”, disse um operador do mercado que pediu para não ser identificado. A um ano das eleições, os investidores começam a precificar as possibilidades de um resultado que não lhes agrade, a despeito de todos os alertas feitos de que há muita água a passar embaixo da ponte.

Aprenda a investir na bolsa

Tendo em vista as recentes movimentações em torno das eleições que ocorrerão nos dias 7 e 28 de outubro de 2018, o InfoMoney resgatou as sinalizações que pesquisas realizadas um ano antes das últimas duas disputas davam sobre o cenário. Em 2013, observou-se uma vantagem muito maior de Dilma Rousseff na corrida pela reeleição do que o que se confirmou nos dias da disputa, assim como a ex-senadora Marina Silva à frente do senador Aécio Neves. Quatro anos antes, era José Serra quem liderava a corrida presidencial, com ampla margem em relação à petista.

2013
Cenário 1 (em outubro de 2013)

Candidato(a)IbopeDatafolha
Dilma Rousseff39%39%
Marina Silva21%29%
Aécio Neves13%17%

Cenário 2 (em outubro de 2013)

Candidato(a)IbopeDatafolha
Dilma Rousseff41%42%
Aécio Neves14%21%
Eduardo Campos10%15%

2009
Cenário 1 (em dezembro de 2009)

Candidato(a)IbopeDatafolha
José Serra38%37%
Dilma Rousseff17%23%
Ciro Gomes13%13%
Marina Silva6%8%