AO VIVO Radar InfoMoney: Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Radar InfoMoney: Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Conexão Brasília

O que a disputa entre Lula e Bolsonaro indica sobre a sociedade brasileira?

Cenário protagonizado entre os dois políticos representa um elevado nível de polarização do País

SÃO PAULO – A pouco menos de um ano das eleições, o Ibope iniciou sua série de pesquisas para a corrida presidencial. Com oito cenários estimulados de primeiro turno, o levantamento do instituto mostrou força do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na liderança disparada em todos as sondagens que consideram seu nome, e do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que busca consolidar sua candidatura em meio à divisão da direita entre diversos candidatos. Além do flanco anti-petista, o parlamentar recentemente tentou mostrar seu lado “liberal” ao mercado, em um esforço para crescer em direção à centro-direita na disputa. Outro a aparecer relativamente bem nos levantamentos foi o apresentador de televisão Luciano Huck, nome ainda em etapa especulativa, mas que alimenta popularidade em diversos segmentos da sociedade em boa parte do País, também crescendo em meio ao impasse tucano e as incertezas quanto à capacidade de o governismo oferecer algum fôlego a nomes com maior proximidade do Palácio do Planalto.

O cenário protagonizado entre os opostos Lula e Bolsonaro representa um elevado nível de polarização na própria sociedade brasileira. Para analisar essa divisão, o crescente desconforto dos brasileiros com a política, seus impactos e contradições que saltam aos olhos quando a corrida eleitoral se aproxima, o programa Conexão Brasília desta sexta-feira (3) recebeu a socióloga Esther Solano, professora da Unifesp. Confira à íntegra da entrevista:

PUBLICIDADE