AO VIVO Radar InfoMoney: Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Radar InfoMoney: Bancos disparam na Bolsa com dados de crédito e HSBC saltando no exterior; assista ao programa desta segunda

Número de sites eleitorais mais que triplica, aponta pesquisa

Nas eleições de 2000, havia 590 sites, e em 2004, cerca de 2.200. Em 2002 e 2006, havia 542 e 2.639, respectivamente

SÃO PAULO – O número de sites eleitorais mais que triplicou nas últimas eleições para prefeito e vereador. Segundo uma pesquisa realizada na Pós-Graduação do Instituto de Ciência Política da UnB (Universidade de Brasília), com dados do CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), desde 2000, o número de páginas eleitorais cresceu 272,9%.

O trabalho utiliza a relação de sites registrados por candidatos sob o domínio “can.br”, criado nas eleições de 2000, quando foram registrados 590 sites. Já em 2004, esse número passou para 2,2 mil domínios.

Considerando as eleições estaduais e a federal, o crescimento foi ainda maior. O número de sites mais que quadruplicou, passando de 542, em 2002, para 2.639, em 2006.

Número de candidatos

PUBLICIDADE

Comparado ao número de candidatos, o aumento dos sites eleitorais para prefeitos e vereadores é ainda mais significativo. Em 2000, apenas 0,2% dos candidatos tinha uma página na web; já em 2004, era 0,6%. Nas eleições de 2002 e 2006, esses percentuais eram de 3,2% e 14,5%, respectivamente.

Os números também variam de acordo com a vaga disputada pelo candidato. Em 2006, 62,5% dos candidatos a presidente tinham um site, enquanto para os candidatos a governadores o índice era de 43%, para senador era 29,8%, para deputado federal era 18,6% e para deputado estadual e distrital era 12,1%.