Diz Folha

Núcleo duro de Temer se reúne com integrantes de movimentos ligados ao PT após protestos

Na última segunda-feira, o núcleo duro de Temer se reuniu com o MST e com a Contag, informa a coluna Painel, da Folha

SÃO PAULO – Na segunda-feira, um dia após os protestos contra Michel Temer, o governo do peemedebista abriu negociação com movimentos ligados ao PT, informa a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. 

Na última segunda-feira, o núcleo duro de Temer se reuniu com o MST e com a Contag. Eles pediram mais terras para a reforma agrária, a recriação do Ministério do Desenvolvimento Agrário e a retomada do Minha Casa, Minha Vida Rural. Ao jornal, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, afirmou:  “sem sectarismos. Não vemos movimento social como problema”. De acordo com a Folha, não se falou em golpe.