Novo partido político deve ser lançado no Japão nesta semana

Ex-ministro das Finanças, Kaoru Yosano, pretende atrair eleitores insatisfeitos com os dois principais partidos japoneses: DPJ e LDP

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O ex-ministro das Finanças do Japão, Kaoru Yosano, deve lançar um novo partido político no final desta semana, como início das preparações para as eleições do Congresso, marcadas para o meio do ano.

Yosano possui o apoio de grande parte da oposição do Partido Liberal Democrático (LDP, na sigla em inglês), mas ainda não está claro quanto apoio ele receberá. O político afirma que o novo partido servirá como uma alternativa tanto ao LDP quanto ao Partido Democrático do Japão (DPJ).

O novo partido pode ser inaugurado com sete ou outro membros do Congresso, segundo o jornal Asahi Shimbun. Hiroyuki Sonoda, ex-vice-secretário-chefe de gabinete deve se juntar a Yosano.

PUBLICIDADE

Eleitores insatisfeitos
Em uma palestra no sábado, Sonoda disse que “O atual LDP não é capaz de atrair resistência suficiente ao DPJ (partido do primeiro-ministro Yukio Hatoyama). Queremos trabalhar junto ao LDP para derrubar o governo do DPJ”, disse.

O partido do primeiro-ministro Yukio Hatoyama, o DPJ, precisaria obter maioria absoluta na eleição do Congresso, a fim de evitar um impasse político. Porém, as preocupações dos eleitores sobre sua capacidade de liderança, suas confusas tomadas de decisão e sucessivos escândalos em seu governo estão obscurecendo essa perspectiva.

Em março, uma pesquisa do Asahi Shimbun mostrou que o apoio público ao governo do DPJ caiu de 32% para 27%. Porém, o apoio ao LDP também caiu, de 18% para 15%. Ao criar um novo partido, Yosano quer atrair eleitores insatisfeitos com ambos os partidos.