MELHORES DA BOLSA 2020 AO VIVO Do Zero ao Topo: CEOs de Totvs, Stefanini e Locaweb discutem o papel do setor de tecnologia no mercado brasileiro

Do Zero ao Topo: CEOs de Totvs, Stefanini e Locaweb discutem o papel do setor de tecnologia no mercado brasileiro

Novo marco regulatório da mineração deve ser enviado ao Congresso ainda este ano

Ministro detalha propostas, que incluem criação de agência reguladora para regulamentar e fiscalizar as concessões

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Márcio Zimmermann, ministro de Minas e Energia, disse nesta segunda-feira (20) que o governo tem planos de enviar ainda este ano para o Congresso Nacional o novo marco regulatório do setor de mineração. O propósito é atualizar a atual constituição, que data de 1967.

A proposta foi entregue à Casa Civil em março e desde então o texto final vem sendo discutido com outros ministérios. Entre as novidades propostas, está a criação de uma agência reguladora, que teria a função de regulamentar e fiscalizar as atividades do setor. Hoje estas atribuições recaem sobre o CNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral).

“Vamos respeitar todos os contratos vigentes. Isso dará segurança aos investidores, ao mesmo tempo que criará instrumentos para desenvolver a mineração no País”, disse Zimmermann. “Teremos um conselho de mineração, regras mais claras para concessões, com prazos e condições, e penalizações para quem tiver o direito de mineração e não utilizá-lo”, completou.

Aprenda a investir na bolsa

Ainda de acordo com o ministro, as novas regras serão semelhantes às estabelecidas no novo marco regulatório do setor de petróleo e gás. “Quem ganha o direito sobre o bloco tem de cumprir um programa estabelecido pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Se não cumprir, tem de devolver o bloco”.