Assista

“Nossa lealdade é para com o Brasil e os seus valores”, diz Alckmin sobre o PSDB em vídeo

Governador tucano gravou um vídeo, publicado no Twitter, logo após a reunião do partido na segunda-feira

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

 O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), gravou um vídeo logo após a reunião do partido na última segunda-feira (11), no Palácio dos Bandeirantes. No vídeo, publicado no Twitter do tucano, Alckmin afirmou que a “lealdade (do PSDB) é para com o Brasil e os seus valores e os seus princípios”, mas não citou o presidente Michel Temer nem um possível desembarque dos tucanos do governo.  No último final de semana, Alckmin afirmou que o PSDB deve apoiar o governo somente até a aprovação das reformas. 

 “O nosso compromisso é com o povo brasileiro. A nossa lealdade é para com o Brasil e os seus valores e os seus princípios”, afirmou. No encontro realizado ontem, estavam presentes o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o prefeito de São Paulo, João Doria; o senador José Serra (SP); o governador de Goiás, Marconi Perillo; o governador do Paraná, Beto Richa; o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; o senador e presidente em exercício do partido, Tasso Jereissati; o senador Aécio Neves (MG); o governador do Mato Grosso, Pedro Taques; o senador Cassio Cunha Lima (PB); senador Paulo Bauer (SC); deputado federal Ricardo Tripoli (SP); o deputado federal e secretário-geral do partido, Silvio Torres (SP); o senador José Aníbal (SP); e o secretário da Casa Civil do Estado de São Paulo, Samuel Moreira. 

Aprenda a investir na bolsa

A reunião começou por volta das 19h30 dessa segunda-feira na ala residencial do palácio e terminou por volta das 23h30. Segundo Alckmin, a reunião foi “bastante proveitosa”. Ele afirmou que  os tucanos falaram sobre a nova convenção do PSDB, que deve ocorrer em agosto. “(Falamos sobre) revisitar o nosso programa, discutindo macroeconomia, microeconomia, políticas sociais, desenvolvimento. A necessidade da retomada do emprego no nosso País”, disse ele. 

Vale destacar ainda que, na véspera, logo após o encontro, Tasso Jereissati afirmou que não existe um consenso dentro do partido sobre a permanência no governo Temer. “O que eu estou observando é que o partido [PSDB] por si mesmo está desembarcando [do governo Temer], independente do controle ou da minha vontade”, disse o presidente interino do PSDB.