DO ZERO AO TOPO ESPECIAL Guilherme Benchimol compartilha lições sobre como atrair boas pessoas e criar times excepcionais; assista à live

Guilherme Benchimol compartilha lições sobre como atrair boas pessoas e criar times excepcionais; assista à live

Veja vídeo

Nos EUA, brasileiro se infiltra em comitiva e xinga Dilma de “assassina” e “terrorista”

O jovem, chamado Igor Gilly, fez o vídeo durante visita da presidente à Universidade de Stanford, nos EUA

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um brasileiro que mora nos Estados Unidos ganhou destaque na noite da última quinta-feira (2) nas redes sociais após ter gravado vídeo em que mostra ter ficado bem próximo à presidente Dilma Rousseff. Ele a xingou de “assassina”, “ladra” e disse que “terrorista que rouba o dinheiro da população tem mais é que ser morto”.

O jovem, chamado Igor Gilly, fez o vídeo durante visita da presidente à Universidade de Stanford, nos EUA. Dilma estava acompanhada da ex-ministra de estado dos EUA, Condoleezza Rice.

“Cadê o dinheiro da Petrobras?”, questiona o jovem, que está acompanhado de um segundo rapaz, que diz: “vai cair, hein?” Depois de mais de um minuto de ofensas, uma segurança americana pede que ele saia do local. 

Aprenda a investir na bolsa

 O ministro da Defesa, Jaques Wagner, passa pelo jovem e pergunta se ele está com “dinheiro do papai no bolso”. “Não, eu não sou petista”, afirma Gilly.

Depois de ter viajado por horas, ter infiltrado na comitiva do PT e ter esperado por horas, valeu muito a pena! Fiz a recepção que a Dilma merece e falei o que todo Brasileiro quer falar na cara dela!”, afirmou o jovem no seu perfil do Facebook. Em seu perfil, ele apresenta postagens anti-Dilma e fotos como deputado Jair Bolsonaro.

Confira o vídeo: