Novos problemas

Norte e Nordeste tentam barrar projeto de dívida dos Estados

Juntos, os estados de Norte e Nordeste respondem apenas por 9% da dívida dos Estados com a União, enquanto Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul têm cerca de 84% do total

SÃO PAULO – Doze governadores visitaram gabinetes do Palácio do Planalto e Congresso em busca de apoio financeiro para sair da crise. Conforme conta o jornal O Estado de S. Paulo, o presidente em exercício, Michel Temer, teria pedido ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para estudar as contrapartidas aos Estados não contemplados no projeto de repactuação de dívidas. Mas nenhum acordo foi firmado ao final da reunião.

Segundo a reportagem, senadores das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste estão insatisfeitos com o projeto em tramitação na Câmara e já começam a se articular para paralisar a proposta no Senado até que o governo aceite as contrapartidas exigidas pelos governadores. Juntos, os estados de Norte e Nordeste respondem apenas por 9% da dívida dos Estados com a União, enquanto Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul têm cerca de 84% do total. Por isso, os governadores pedem um apoio imediato de R$ 7 bilhões dentre outras medidas.

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), acredita que toda a bancada das duas regiões deve aderir ao bloqueio, somando 48 votos contra o projeto, o que corresponde a mais da metade do total de senadores. Disposição para atrapalhar na tramitação do texto atual também é vista na base aliada, caso dos parlamentares Fernando Bezerra (PSD-PE), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Cidinho Santos (PR-MT).

PUBLICIDADE