Elogios

No Twitter, Bolsonaro diz que admira Olavo e espera que confusão com militares seja “página virada”

"Quanto aos desentendimentos ora públicos contra militares, aos quais devo minha formação e admiração, espero que seja uma página virada por ambas as partes", disse Bolsonaro

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em meio aos novos atritos entre os militares e Olavo de Carvalho, o presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter para elogiar o escritor, a quem ele disse ainda ter admiração. Além disso, ele disse esperar que os desentendimentos sejam “página virada por ambas as partes”. 

Segundo Bolsonaro, “Olavo, sozinho, rapidamente tornou-se um ícone, verdadeiro fã para muitos”. “Seu trabalho contra a ideologia insana que matou milhões no mundo e retirou a liberdade de outras centenas de milhões é reconhecida por mim”, continua o tuíte.

O presidente ressaltou ainda que a obra de Olavo contribuiu muito para que ele chegasse no governo e que se isso não tivesse acontecido, o “PT teria retornado ao poder”. “Sempre o terei nesse conceito, continuo admirando o Olavo”, diz o texto.

PUBLICIDADE

Por fim, Bolsonaro diz que “quanto aos desentendimentos ora públicos contra militares, aos quais devo minha formação e admiração, espero que seja uma página virada por ambas as partes”. 

O clima esquentou novamente nos últimos dias diante de novas críticas de Olavo aos militares, que levou a uma reação, com o general da reserva Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército de 2015 até o começo deste ano, chamando o escritor de “Trótski de direita”, associando-o ao líder comunista soviético Leon Trótski.

Insira seu email abaixo e receba com exclusividade o Barômetro do Poder, um estudo mensal do InfoMoney com avaliações e projeções das principais casas de análise política do país: