Política

‘No Senado, a reforma passa’, diz Jucá, sobre a Previdência

Segundo ele, lideranças na Câmara estão mapeando os votos favoráveis com que o governo já pode contar

Aprenda a investir na bolsa

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse nesta terça-feira, 28, em sua conta no Twitter que não arrisca calcular os votos que o governo tem na Câmara para aprovar a reforma da Previdência, mas garantiu o apoio à proposta no Senado Federal. “No Senado, a reforma passa”, enfatizou. Segundo ele, lideranças na Câmara estão mapeando os votos favoráveis com que o governo já pode contar.

O governo tenta colocar a proposta em votação na Câmara ainda este ano para depois submetê-la à apreciação dos senadores no início do ano que vem. Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou na segunda-feira que a votação pode ficar pela metade em 2017, uma vez que há pouco tempo para apreciar a proposta em dois turnos nas últimas semanas do ano legislativo.

Jucá já havia indicado mais cedo que seria prematuro inferir um calendário de votação aos deputados, mas advertiu que, quanto mais rápido for, melhor para as duas Casas. Segundo o líder do governo, deixar a votação da reforma da Previdência para o ano que vem na Câmara tornará ainda mais distante a votação no Senado. “Quanto mais perto das eleições, mais dificuldade teremos”, alertou.

Aprenda a investir na bolsa