Duras críticas

No ritmo que está, “melhor colocar o Brasil nas Casas Bahia”, afirma Lula sobre governo Temer

Ex-presidente critica decisão de extinguir a Renca para exploração mineral

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em discurso nesta segunda-feira (4) em Teresina, onde recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Piauí, Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas sobre a condução política de Michel Temer e pela possibilidade de extinguir a Renca (Reserva Nacional de Cobre e Associados) para exploração mineral.

“Agora querem vender a Amazônia, querem entregar nossa água doce, ou seja, se é para o governo fazer o que está fazendo agora, é melhor colocar o Brasil nas Casas Bahia”, afirmou o ex-presidente. A Renca é uma área que fica entre o Pará e o Amapá com 47 mil quilômetros quadrados e tem uma alta concentração de metais preciosos.

Após ser alvo de muitas críticas, Temer suspendeu na última quinta-feira (1) o decreto que permitia que mineradoras privadas explorassem a área na Amazônia até então reservada para pesquisa do governo. No comunicado, o Ministério das Minas e Energia disse que a suspensão visa promover “um amplo” debate com a sociedade sobre o tema por 120 dias.

Moro nega pedido

Ainda nesta segunda-feira, Sérgio Moro negou o pedido da defesa de Lula para suspender os interrogatórios de Marcelo Odebrecht e Antonio Palocci, marcados para essa semana, no processo em que o ex-presidente responde por supostas vantagens indevidas recebidas da empreiteira

Na última sexta-feira (1), os advogados solicitaram ao juiz federal o adiamento alegando que não houve tempo para avaliar todos os autos do processo. O depoimento de Lula está agendado para o dia 13 de setembro, em Curitiba.