Rede social

No Facebook, Lula faz crítica indireta a Beto Richa e elogia governador de Minas

Ex-presidente fez elogios ao  governador de Minas, Fernando Pimentel, por ter iniciado o pagamento do piso salarial dos professores

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou na segunda-feira (18) em sua página no Facebook um texto em que criticou os tucanos e fez elogios ao  governador de Minas, Fernando Pimentel, por ter iniciado o pagamento do piso salarial dos professores. 

Ao cumprimentar Pimentel pela decisão de dar um reajuste salarial de 31,78% a professores da rede estadual, Lula não citou o nome do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). Porém, afirmou que “educação se constrói com diálogo, não com violência”.

Enquanto em alguns estados os governos não dialogam com os professores, o Partido dos Trabalhadores e os partidos aliados em Minas Gerais mostram que é possível avançar tanto na negociação democrática quanto na valorização dos educadores. Educação se constrói com diálogo, não com violência”, afirmou Lula. 

Aprenda a investir na bolsa

“Cumprimento o governador Fernando Pimentel, que mesmo recebendo uma situação financeira difícil do governo anterior, conseguiu em cinco meses fazer o que não foi feito em 12 anos pelos tucanos no estado: dialogar e respeitar os educadores mineiros”, afirmou o ex-presidente, com crítica indireta ao senador Aécio Neves (PSDB), que foi governador de Minas Gerais por oito anos e o tucano Antonio Anastasia, que o sucedeu.

Confira o texto na íntegra:

Educação se constrói com diálogo, não com violência

A educação é o principal caminho para um futuro melhor para todos os brasileiros. E esse caminho passa pela valorização dos professores. Em junho de 2008, eu assinei a lei do Piso Salarial Profissional Nacional. Minas Gerais, um dos estados mais ricos da federação, não obedecia a essa lei.

Por isso, fiquei muito feliz ao saber que o Governo do Estado de Minas Gerais celebrou um acordo histórico com o sindicato da categoria, estabelecendo o pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional para os professores.

Cumprimento o governador Fernando Pimentel, que mesmo recebendo uma situação financeira difícil do governo anterior, conseguiu em cinco meses fazer o que não foi feito em 12 anos pelos tucanos no estado: dialogar e respeitar os educadores mineiros. E cumprimento também o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação em Minas Gerais (SIND-UTE), que depois de muita luta durante os governos tucanos, conseguiu, entre outras conquistas, reajuste salarial expressivo para todo o magistério, inclusive os aposentados, descongelamento da carreira e outras vitórias importantes para a qualidade da educação pública mineira.

PUBLICIDADE

Enquanto em alguns estados os governos não dialogam com os professores, o Partido dos Trabalhadores e os partidos aliados em Minas Gerais mostram que é possível avançar tanto na negociação democrática quanto na valorização dos educadores. Educação se constrói com diálogo, não com violência.

Luiz Inácio Lula da Silva