Política

“Ninguém vai conseguir nos distanciar”, diz Alckmin sobre possível disputa com Doria à Presidência em 2018

Em evento em NY, o tucano comentou ainda que está fazendo uma grande sinergia com Doria em benefício da população; o governador disse ainda que uma decisão sobre a candidatura será coletiva 

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, optou por minimizar qualquer possibilidade de disputa com o prefeito João Doria em evento em Nova York nesta terça-feira (16) e disse que ninguém vai conseguir distanciá-los. A declaração ocorreu após Doria ter comentado ontem que o candidato do PSDB será aquele que tiver em melhor posição perante a opinião pública. 

Quando questionado hoje sobre a declaração do prefeito, Alckmin disse: “Ninguém vai conseguir nos distanciar. Estamos fazendo uma grande sinergia em benefício da população”. O governador disse ainda que uma decisão sobre a candidatura será coletiva. 

Doria e Alckmin estão em Nova York para eventos com investidores e empresários. Nesta terça, o prefeito vai receber o prêmio “Person of the Year”, da Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos.

PUBLICIDADE

Apesar do clima ameno hoje, Alckmin disse ontem, em entrevista à Bloomberg (veja aqui), que estava mais maduro para disputar a Presidência e reduziu a relevância das últimas pesquisas de intenção de votos: “Ela retrata a última eleição, ela olha para trás e não para frente”. 

Em pesquisa Datafolha divulgada em abril, Doria aparece como o tucano mais bem posicionado, ainda dentro da margem de erro. Ele chega a 9% das intenções, contra 6% do governador.