PGR

Nicolao Dino é o mais votado em lista tríplice para sucessão de Janot

A lista será enviada pela Associação Nacional dos Procuradores da República para o presidente Michel Temer, a quem cabe a palavra final

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O subprocurador-geral da República Nicolao Dino foi o nome mais votado pelos integrantes do Ministério Público Federal para comandar a Procuradoria-Geral da República a partir de setembro, quando Rodrigo Janot deixará o cargo.

Em eleição realizada nesta terça-feira (27) e encerrada às 18h, Dino recebeu 621 votos e vai compor uma lista tríplice ao lado dos subprocuradores-gerais Raquel Dodge, que teve 587 votos, e Mario Bonsaglia, que recebeu 564 votos.

A lista será enviada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para o presidente Michel Temer, a quem cabe a palavra final. Desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, apesar de não ser obrigado, o presidente costuma indicar para o cargo o nome mais votado da lista.

PUBLICIDADE

Acabaram derrotados na votação os procuradores Frederico Santos, Eitel Santiago, Ela Wiecko, Franklin da Costa, e Sandra Cureau. Temer não é obrigado a escolher um dos nomes desta lista tríplice, mas quando assumiu a presidência, em maio de 2016, disse que iria seguir a tradição e escolher o nome mais votado.

O problema é que agora ele é investigado pela procuradoria e, segundo rumores, os conselheiros de Temer estão falando para ele escolher alguém de fora desta lista, para evitar um nome ligado a Janot, já que isso seria prejudicial ao Planalto.