Segundo O Globo

Nelson Barbosa é o mais cotado para substituir Mantega em eventual 2º mandato de Dilma

Mas também há outros nomes que ganham destaque: Luciano Coutinho, Alexandre Tombini e Aloizio Mercadante estariam no páreo

SÃO PAULO – A sucessão do ministro da Fazenda, em uma eventual reeleição da presidente petista Dilma Rousseff ganhou novamente destaque no noticiário nacional. Desta vez, o jornal O Globo ressaltou em matéria divulgada ontem que, para não fragilizar ainda mais a já desgastada imagem do ministro da Fazenda, Guido Mantega, ela quer falar em nomes só após o primeiro turno das eleições.

Porém, alguns assessores próximos à campanha de Dilma já fazem campanha a favor de alguns economistas. O mais cotado, aponta o jornal, é o ex-secretário-executivo do ministério da fazenda, Nelson Barbosa, que é apoiado pelo ex-presidente Lula, tem bom trânsito no setor público e é bem visto no mercado financeiro. 

Em meio aos conflitos entre Barbosa e Mantega, o Palácio do Planalto já teria criado a estratégia para que eles não tenham que dividir um período de transição no ministério da fazenda, deixando o atual número dois da pasta, Paulo Rogério Caffarelli, num “mandato tampão” entre a eleição e a virada do mandato. 

PUBLICIDADE

Além de Barbosa, também está no páreo o ex-presidente do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico), Luciano Coutinho e também o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o professor Luiz Gonzaga Belluzzo, um dos gurus econômicos da presidente. Mas o último, segundo o jornal, não aceitaria o convite.