Previdência

Não tem problema atrasar em 1 semana votação da reforma, diz Bolsonaro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articula para tentar votar o texto também em plenário antes do recesso parlamentar

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta-feira, 21, não estar preocupado sobre um possível adiamento da votação do relatório da reforma da Previdência na Comissão Especial na Câmara devido às festas juninas na próxima semana.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articula para tentar votar o texto também em plenário antes do recesso parlamentar.

“Pela minha experiência parlamentar, sei que os deputados passam as festas juninas nos Estados. É quase uma festa religiosa. Não tem problema atrasar uma semana (a votação da previdência), toco o barco”, afirmou o presidente da República.

PUBLICIDADE

Receba com exclusividade todas as edições do Barômetro do Poder e fique por dentro do que os maiores especialistas da política estão esperando para o futuro do país. É grátis!