‘Não tem como uma reforma tributária complexa ser unanimidade’, afirma ministro

Wellington Dias (Desenvolvimento Social) afirmou que reforma é uma necessidade do Brasil e que esse otimismo está dentro do Congresso

Estadão Conteúdo

O ex-governador do Piauí, Wellington Dias (PT). (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Publicidade

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias (PT), afirmou que não tem como uma reforma complexa como a tributária ser unanimidade. Disse também que a reforma é uma necessidade do Brasil e que esse otimismo está dentro do Congresso.

“Será desastroso para algum município ou estado? Não. O Congresso tem responsabilidade e o Executivo tem responsabilidade da proteção”, afirmou Dias entrevista ao programa à Band. Questionado sobre a insatisfação do setor de serviços, o ministro disse que haverá “uma transição e um entendimento”.

Em outro trecho do programa, o ministro do Desenvolvimento Social disse que não há precedentes no mundo hoje para uma taxa de juros como a que vemos no Brasil, tendo em vista os demais dados da economia. “Por isso acho que vai baixar”.

Continua depois da publicidade

Dias também disse que o governo deseja fechar o semestre legislativo com o arcabouço fiscal resolvido e que, independentemente de partidos, a regra fiscal tem apoio superior ao que em outras matérias. “Sinal que o Brasil percebe que alguma coisa precisa ser feita”.

Newsletter

Infomorning

Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.