Ministro da Justiça

“Não significa absolutamente nada” diz Cardozo sobre ação eleitoral no TSE

Segundo o ministro da Justiça, reabrir ação de investigação para analisar a existência de irregularidades nas contas de campanha da presidente Dilma Rousseff não significa “absolutamente nada no plano da inovação jurídica”

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (7) que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de reabrir ação de investigação para analisar a existência de irregularidades nas contas de campanha da presidente Dilma Rousseff não significa “absolutamente nada no plano da inovação jurídica”.

De acordo com o ministro, já há outras investigação no mesmo sentido no próprio tribunal que deveriam ser unificadas. “Esse fato de abrir mais uma investigação não significa absolutamente nada no plano da inovação jurídica. Um fato que também diria [ser] corriqueiro. Diria que alguns setores oposicionistas e algumas pessoas querem dar uma dimensão que efetivamente o fato não tem”, argumentou Cardozo.

O ministro defendeu ainda que sejam investigadas todas as relações das empreiteiras alvo da Operação Lava Jato com todos os partidos políticos, não apenas com o PT. “Se há um questionamento com doações de empreiteiras, que se investigue tudo. Os contratos que as empreiteiras mantinham são de várias esferas federativas. Então, que se investigue tudo”.

Aprenda a investir na bolsa

Ontem (6), a maioria dos ministros do TSE decidiu reabrir ação de investigação eleitoral em que o PSDB pleiteia a cassação dos mandatos da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer. Os ministros não entraram no mérito da questão. A Corte analisou apenas o prosseguimento da ação.

Com a abertura do processo, a Justiça Eleitoral vai investigar questões levantadas pelo PSDB e, após a análise das alegações da acusação e da defesa, o caso será julgado no mérito pelo plenário da Corte.