De olho na eleição

“Não pense que este índice do Lula nas pesquisas o torna imbatível”, diz Doria

"Eu já disse isso, mas quero que ele dispute, para ganharmos dele nas urnas", afirmou o prefeito em evento em Minas Gerais

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, João Doria, voltou a atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante evento em Minas Gerais, afirmando que a alta do petista nas recentes pesquisas não significa que ele não pode ser superado na eleição.

“Não pense que este índice do Lula [nas pesquisas] o torna imbatível”, afirmou o prefeito ao receber o Prêmio Liberdade durante o 8º Fórum Liberdade e Democracia, criado pelo IFL (Instituto de Formação de Líderes). “Eu já disse isso, mas quero que ele dispute, para ganharmos dele nas urnas”, completou Doria.

Na última semana, Lula apareceu na liderança da pesquisa CNT/MDA em todos os cenários possíveis, enquanto Jair Bolsonaro (PSC) e o próprio Doria tiveram crescimento significativo desde o último levantamento. Já no levantamento da Ipsos, o petista viu sua aprovação subir 8 pontos percentuais, para 40%.

Aprenda a investir na bolsa

Ainda atacando o ex-presidente, se referindo às eleições de 2018, Doria afirmou que “o Brasil não aguentará outro governo populista”. “Olha a Venezuela, aquela democracia autoritária, que inclusive foi financiada pelo populismo brasileiro, pelos nossos impostos”, atacou o prefeito. “Vamos vencer Lula, vencer qualquer um. Serão derrotados nas urnas”, completou Doria, dizendo apenas que quem quer que seja candidato irá vencer o PT.

Em sua fala, Doria aproveitou para recontar sua trajetória da infância, quando acabou exilado com sua família, aos 6 anos, e depois falou rapidamente sobre a corrida eleitoral do ano passado, quando aparecia entre os últimos na disputa pela prefeitura de São Paulo, mas ganhou força e conseguiu vencer no primeiro turno.