Segundo jornal

“Não é preciso viajar para combinar coisa espúria”, diz Gilmar Mendes sobre viagem com Temer

O presidente Michel Temer viajou a Lisboa para as cerimônias fúnebres do ex-presidente português Mário Soares

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) — corte responsável pelo julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer por supostas fraudes eleitorais –, Gilmar Mendes, viajou com o atual presidente para Portugal na última segunda-feira (9). O ministro, no entanto, quando questionado pelo jornal Folha de S. Paulo sobre suposto conflito de interesse no evento, disse que não se conversou sobre o assunto durante o voo.

“Se fosse para combinar uma coisa espúria, obviamente, pode fazer isso em qualquer lugar. Não precisa ir a Portugal”, disse Mendes ao jornal paulistano. “Não tem nenhum conflito [de interesse em viajar de carona com Temer]. Quem abriu esse processo no TSE fui eu. A ministra Maria Tereza tinha arquivado [o processo] e a tendência do tribunal era confirmar [o arquivamento]“, complementou.

“Você acha que eu iria viajar com o presidente [Temer] para conversar com ele [sobre o processo]? Temos convivência de 30 anos, como tenho com tanta gente, de todas as colorações políticas, a toda hora as pessoas me procuram. Pessoas que vocês nem sabem almoçam na minha casa; isso é bobagem. É perda de tempo”.

Aprenda a investir na bolsa

O presidente Michel Temer viajou a Lisboa para as cerimônias fúnebres do ex-presidente português Mário Soares.