Entrevista ao SBT

“Não dou esse presente para eles”, diz Dilma sobre possibilidade de renúncia

Em entrevista ao SBT, presidente afastada ainda afirmou que não acredita que Lula será preso: "acho que ele não será preso, acho que eles não cometerão esse equívoco"

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista ao SBT exibida na madrugada desta segunda-feira (22), a presidente afastada Dilma Rousseff descartou que renunciará ao seu mandato e fez críticas a Michel Temer. 

“Não tenho a menor intenção de, em nenhum momento, renunciar. Não dou esse presente para eles”, afirmou a petista na entrevista, em referência ao grupo do presidente em exercício, a quem chamou de “usurpador golpista”.

Ela ainda disse que lutará até o fim para se manter no cargo. “Realisticamente, lutarei até o fim”, disse. “Jamais eu jogo a toalha”. As declarações foram dadas  ao programa “Conexão Repórter”, em entrevista concedida no dia 4 deste mês, de acordo com o apresentador, Roberto Cabrini.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo Dilma, Temer e seus aliados se empenham para antecipar a votação do impeachment porque temem que surjam denúncias que os comprometam. “Por que eles tem tanto interesse em antecipar, em dias, o impeachment? Para mim, eles têm medo de uma delação que mostre claramente qual é o grau de comprometimento de quem meu julgamento beneficia: o governo interino, provisório e ilegítimo”, afirmou.

Ela ainda voltou a dizer que não sabia do esquema de corrupção da Petrobras e afirmou não ter medo nenhum de ser condenada. “Se tiver de ser alvo da Lava Jato, com razões embasadas, eu serei. Agora, quero ver onde vão embasar razões para eu ser alvo da Lava Jato. (Sobre temor de condenação). Nenhum, eu sei o que eu fiz. (…) Meu governo não esteve associado à corrupção, até porque eu não testou associada à corrupção. Nunca tive conta rejeitada, a não ser agora, porque eles querem fazer o processo de impeachment”, destacou. 

Ela ainda disse que Lula não cometeu crimes e não será preso: “acho uma temeridade prenderem o presidente Lula, principalmente porque tenho certeza de que ele é absolutamente inocente das coisas de que é acusado. Acho que ele não será preso, acho que eles não cometerão esse equívoco”.