Múcio ameaçou deixar ministério após Petrobras descumprir acordos

Presidente Lula precisou intervir diretamente, a fim de preservar relacionamento com partidos da base aliada ao Governo

SÃO PAULO – O Ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro (PTB), colocou seu cargo à disposição do presidente Lula, após problemas em acordo com partidos da base aliada para nomeação de cargos na Petrobras (PETR4).

De acordo o jornal Folha de São Paulo, o ministro afirmara a Lula que havia perdido a credibilidade, após a estatal descumprir os acordos para a divisão de cargos entre os partidos que apóiam o Governo.

Fisiologismo

No entanto, o presidente ordenou que os acordos fossem cumpridos, o que teria feito o ministro sentir-se fortalecido e afirmar que continua à frente do ministério, em grande parte responsável pela coordenação política do executivo junto ao parlamento.

PUBLICIDADE

Líderes do PSC teriam ameaçado retirar-se da base, tendo sido apoiados pelo PMDB em suas reclamações. Múcio teria acertado com a diretoria da empresa a concessão de cargo com técnico indicado pelo PSC.