Operação Sangue Negro

MP divulga nomes de envolvidos em caso de corrupção da Petrobras com a SBM

Segundo o órgão, a denúncia inclui uma contribuição de US$ 300 mil para a campanha do PT em 2010

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após deflagrar nesta quinta-feira (17) a Operação Sangue Negro, que investiga o desvio de dinheiro em contratos da Petrobras (PETR3; PETR4) realizado desde 1997, o Ministério Público Federal divulga a lista dos envolvidos no escândalo. O MPF denunciou três executivos da SBM Offshore e mais nove por desvios entre 1998 e 2012. Segundo o órgão, a denúncia inclui uma contribuição de US$ 300 mil para a campanha do PT em 2010, ano da primeira eleição da presidente Dilma Rousseff. 

Quer saber onde investir em 2016? Veja no Guia InfoMoney clicando aqui!

Segundo a Bloomberg, entre os executivos da Petrobras denunciados estão Pedro José Barusco Filho, Paulo Roberto Buarque Carneiro, Jorge Luiz Zelada e Renato Duque. Já entre os executivos da SBM foram denunciados Júlio Faerman, Luis Eduardo Campos Barbosa da Silva, além de Robert Zubiate e Didier Keller. 

Aprenda a investir na bolsa

Entre 1998 e 2012, US$ 46 milhões em pagamentos ilícitos foram feitos na Suíça entre a Petrobras e a SBM e a estatal e a Progress Ugland, de acordo com o MP. Ainda foi dito que corrupção foi descoberta no navio de transporte da Bacia de Campos, que não está relacionado com a SBM. 

Em resposta, a SBM disse que nenhum dos seus escritórios no Brasil foi alvo de busca da polícia. 

Confira a lista completa dos denunciados: 

– Anders Mortensen

– Anthony John Mace

– Bruno Yves Chabas

PUBLICIDADE

– Didier Keller

– Jorge Zelada

– Julio Faerman

– Luís Barbosa da Silva

– Paulo Carneiro

– Pedro Barusco

– Philippe Levy

– Renato Duque

PUBLICIDADE

– Robert Zubiate

– Sietze Hepkema