Carreira política

Moro pode despontar como candidato à presidência se tiver sucesso como ministro

Se Moro conseguir ter o mesmo sucesso que teve na Lava Jato, o próximo passo será se tornar candidato à presidência, afirma Thiago de Aragão, da Arko

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O juiz Sérgio Moro aceitar ser o novo ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PSL) pode ser apenas o primeiro passo para o principal nome da Operação Lava Jato se tornar presidenciável na eleição de 2022.

Segundo a colunista da Folha de S. Paulo, Mônica Bergamo, diante do fato de que Bolsonaro afirma que não irá concorrer à reeleição, a ideia de tornar Moro candidato já circula entre integrantes do núcleo duro da equipe do presidente eleito.

Segundo o diretor de estratégia da Arko Advice, Thiago de Aragão, se Moro conseguir ter o mesmo sucesso que teve com a Lava Jato, o próximo passo será se tornar candidato à presidência.

PUBLICIDADE

“Politicamente, Bolsonaro fez um golaço. Moro fez uma escolha arriscada. Seus superpoderes adquirido a na Lava Jato serão colocados à prova. A expectativa da população será de nada menos do que um sucesso comparável ao que foi a Lava Jato”, afirmou em seu Twitter.

Segundo Aragão, a análise da decisão de Moro não deve ser emocional, mas técnica. O diretor da Arko afirma ainda que o juiz irá transferir a força que estava na Lava Jato para sua decisões no Ministério da Justiça, mas deixa a questão: “Aonde o Brasil ganha mais? Moro na Lava Jato, no Ministério da Justiça ou eventualmente no STF?”.

Isso porque existe a possibilidade também de Moro ganhar uma vaga no Supremo Tribunal Federal, que pode surgir daqui dois anos quando o ministro Celso de Mello deve se aposentar.

Aproveite as oportunidades da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!