Bate boca

Moro e defesa de Lula discutem: “tem perguntas novas ou estamos só perdendo tempo?”; assista

A discussão começou quando o juiz interrompeu um questionamento feito por Zanin afirmando que as mesmas perguntas já haviam sido feitas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Como já tem sido frequente, o advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin Martins, e o juiz federal Sergio Moro bateram boca durante o depoimento do ex-diretor da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. Veja no vídeo acima a partir de 7 minutos e 40 segundos.

A discussão começou quando o juiz interrompeu um questionamento feito por Zanin afirmando que as mesmas perguntas já haviam sido feitas em um depoimento anterior. “Vou interromper um minutinho porque essas perguntas foram feitas no depoimento anterior. Não estamos aproveitando na prática”, disse Moro.

PUBLICIDADE

O advogado então rebateu: “estou concluindo, Excelência. Só lembrar Vossa Excelência, que as testemunhas que o Ministério Público arrolou, também eram comuns e o Ministério Público teve a oportunidade de reforçar alguns pontos que entendia ser da sua…”.

“Desde o início desse depoimento, o sr só fez perguntas que já foram feitas, então, peço que vamos para as perguntas complementares”, voltou a reclamar Moro.

Zanin então voltou a citar o Ministério Público, dizendo que haviam feito perguntas repetidas. Neste momento, a representante do MP, procuradora Isabel Cristina Groba Vieira interrompeu: “pela ordem, pela ordem, o sr está fazendo referência ao Ministério Público inverídicas. O Ministério Público fez perguntas complementares, efetivamente complementares no depoimento. Então, por favor, o sr faça referências ao Ministério Público que correspondam à realidade dos autos”.

Zanin voltou a explicar: “eu estou fazendo a pergunta correta e eu posso trazer um quadro comparativo com as perguntas feitas e houve repetição”. Moro então, indicou que o advogado tinha que concluir: “tem perguntas novas para a testemunhas ou nós estamos aqui só perdendo tempo novamente?”.