Operação Lava Jato

Moro condena ex-tesoureiro do PT e mais 4 por lavagem de dinheiro

O valor estabelecido para repatriação dos danos causados à Petrobras foi de R$ 61 milhões, valor que será corrigido até o pagamento.

SÃO PAULO – O juiz Sérgio Moro condenou o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, o dono do Diário do Grande ABC, Ronan Maria Pinto, e os empresários Enivaldo Quadrado, Luiz Carlos Casante e Natalino Bertin por lavagem de dinheiro. Esta é a primeira condenação de Delúbio na Lava Jato. Ele e Maria Pinto foram condenados a cinco anos de prisão em regime inicial fechado.

O caso tem relação com o empréstimo fraudulento de R$ 12 milhões feito pelo Banco Schahin ao pecuarista José Carlos Bumlai, que teve como destinatário final o PT, de acordo com a sentença do juiz Moro. A investigação teve início na 27ª fase da Operação Lava Jato, de abril de 2016.

O valor estabelecido para repatriação dos danos causados à Petrobras foi de R$ 61 milhões, valor que será corrigido até o pagamento.

PUBLICIDADE