Moody’s mantém rating dos EUA, mas alerta para incapacidade do Congresso

Classificação da dívida ficou em AAA, mas agência coloca perspectiva negativa depois do fracasso do supercomitê

SÃO PAULO – Mesmo com o impasse nas negociações dos partidos para a redução do déficit do país, a agência de classificação de risco Moody’s reiterou, nesta quarta-feira (23), como AAA a nota atribuída a dívida pública dos Estados Unidos, considerada a melhor possível pelo mercado.

Mesmo assim, a agencia deixou o alerta. “A Moody’s coloca perspectiva negativa da classificação dos Estados Unidos por causa da necessidade de maior redução do déficit para reverter o atual quadro de aumento da dívida do país”, explicou a agência em comunicado.

Segundo a agÊncia, “mesmo a comissão podendo propor consideravelmente mais que US $ 1,2 trilhão em medidas de redução do déficit, a sua incapacidade de fazê-lo não diminuiu o montante de redução do déficit que já foi legislado”, reportou. 

PUBLICIDADE

Lembrando
O comitê bipartidário do Congresso encomendou a elaboração de um plano pactuado de redução do déficit de US$ 1,2 trilhão nos próximos 10 anos nos Estados Unidos, mas a falta de acordo entre republicanos e democratas levou o supercomitê a reconhecer na segunda-feira (21) sua incapacidade de chegar a um pacto a respeito.

Agora os legisladores deverão conseguir acordo para evitar os cortes automáticos em defesa e programas sociais pelo mesmo montante que entrariam em vigor em 2013.