Pedido

Monica Moura e João Santana alegam dificuldade financeira e pedem desbloqueio de R$ 22 milhões

Segundo os advogados, o casal está passando por "dificuldades financeiras" e necessita do dinheiro para ajudar a pagar as despesas com os processos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A defesa dos ex-marqueteiros do PT, João Santana e Monica Moura, pediu ao juiz federal Sérgio Moro o desbloqueio de R$ 22 milhões. Segundo os advogados, o casal está passando por “dificuldades financeiras” e necessita do dinheiro para ajudar a pagar as despesas com os processos pelos quais respondem.

O casal já foi condenado duas vezes pela Operação Lava Jato pelo crime de lavagem de dinheiro e atualmente os dois cumprem pena em liberdade provisória. No total foi bloqueado R$ 28,7 milhões. Eles são acusados de receberem milhões de dólares em conta secreta no exterior e milhões de reais em espécie no Brasil do esquema criminoso da Petrobras.

A defesa disse ainda que a dificuldade financeira dos dois ocorre porque eles não podem trabalhar e ter renda para seus gastos pessoais e de suas famílias. “Sendo, então, de vital importância a restituição dos valores remanescentes, inclusive, para pagamento dos honorários advocatícios”, justificaram os advogados.

PUBLICIDADE

Segundo documento divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo, a defesa dos publicitários afirma que ambos estão realizando “esforços hercúleos” para repatriar o restante da verba. A demora em realizar o processo foi destacada pelos advogados como um dos fatores para que o dinheiro seja liberado.