Política

Ministros serão convidados a dar esclarecimentos sobre ajuste fiscal no Senado

requerimento foi apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), reeleito hoje para presidir o colegiado no biênio 2015-2016

arrow_forwardMais sobre

Integrantes da Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovaram nesta terça-feira, 3, convites para que integrantes da equipe econômica do governo Dilma prestem esclarecimentos sobre propostas de ajuste fiscal encaminhadas para votação no Congresso. O requerimento foi apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), reeleito hoje para presidir o colegiado no biênio 2015-2016.

 

Entre os convidados estão os ministros da Secretaria-Geral da República, Miguel Rossetto; da Previdência, Carlos Gabas; e do Trabalho, Manoel Dias. “Vou fazer um adendo na próxima reunião de quinta-feira para chamar o ministro Joaquim Levy (Fazenda) e o Nelson Barbosa (Planejamento)”, afirmou Paim ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, após a sessão. Ainda não foi definida uma data da audiência, que terá de ser acertada com os ministros.

PUBLICIDADE

 

“(Sobre) Esse tema dezenas de entidades pediram para fazer um debate o mais rápido possível. A ideia é debater as duas MPs”, afirmou Paim durante a sessão. “Quero subscrever esse requerimento. A iniciativa é válida e oportuna. Requer um bom e profundo debate”, emendou a senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

 

As propostas com ajustes fiscais, encaminhadas ao Congresso por meio de duas Medidas Provisórias, receberam cerca de 600 emendas (pedidos de alteração do texto original). Na reunião de hoje também foi aprovado o convite, para discussão do tema, de representantes do setor trabalhista e sindical.