Ministros do Supremo Tribunal Federal trocam farpas durante sessão

Devido a discussão entre Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, a sessão foi encerrada e a reunião desta quinta-feira foi cancelada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Na última quarta-feira (22) os ministros Gilmar Mendes, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), e Joaquim Barbosa discutiram no plenário da Corte, postura que levou ao encerramento da sessão e ao cancelamento da reunião prevista para esta quinta-feira (23).

O bate-boca foi iniciado quando os ministros do Supremo debatiam sobre uma matéria relacionada às questões previdenciárias no Paraná e Barbosa pediu a Mendes mais detalhes sobre esse processo.

Bate-boca

Em resposta, o presidente do STF recusou o pedido do ministro alegando que ele não estava presente quando a questão começou a ser analisada. Os dois se desentenderam e começaram a trocar ofensas.

Aprenda a investir na bolsa

A partir daí o dialogo se tornou bastante acalorado e Gilmar e Barbosa começaram a trocar farpas, que acabaram com as sentenças: “Vossa excelência não tem condições de dar lição a ninguém”, por parte do presidente do Supremo.

“E nem vossa excelência. Vossa excelência me respeite, vossa excelência não tem condição alguma. Vossa excelência está destruindo a justiça desse país e vem agora dar lição de moral em mim? Saia à rua, ministro Gilmar. Saia a rua, faz o que eu faço”, foi a resposta de Barbosa.

Sessão encerrada

Com o agravamento da discussão, ministros intercederam e acabaram por concordar com o encerramento da sessão. Joaquim Barbosa saiu do Plenário sem falar com ninguém, enquanto que os outros ministros, com exceção de Ellen Gracie que estava viajando, se reuniram no gabinete de Gilmar Mendes e divulgaram uma nota de apoio ao presidente do STF.