Ministro “tuita” e nega que governo está tentando interferir na sucessão da Vale

Nos últimos dias, ganharam forças as notícias de que integrantes do PMDB e do governo gostariam de substituir o atual CEO da mineradora, Murilo Ferreira

SÃO PAULO – O ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha negou pelo Twitter que ele e o governo estão tentando interferir na sucessão da Vale (VALE3;VALE5).

Nos últimos dias, ganharam forças as notícias de que integrantes do PMDB e do governo gostariam de substituir o atual presidente da mineradora, Murilo Ferreira. O mandato de Ferreira termina em maio de 2017. De acordo com informações do jornal O Globo do dia 1 de outubro, integrantes da bancada mineira, insatisfeitos com demissões feitas pela empresa no estado em 2015 e com o impacto do acidente da Samarco — na qual a Vale tem 50% —, articulam a substituição do CEO. 

Um dos cotados para uma eventual mudança na cadeira da presidência seria José Carlos Martins, ex-diretor de Ferrosos da mineradora e que hoje é conselheiro da NovaAgri (empresa de commodities agrícolas).

PUBLICIDADE

Veja o tuíte de Eliseu Padilha: