Ministro do Reino Unido renuncia e pede saída do premiê Gordon Brown

Os conflitos políticos estimulam a desvalorização da libra, que atinge seu pior nível em sete dias nos mercados de divisas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em mais um golpe na autoridade do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, o secretário de Trabalho e Previdência do país, James Purnell, pediu renúncia na quinta-feira (4), afirmando que o premiê também deveria deixar o cargo.

Purnell afirmou que a continuidade do trabalhista Brown como primeiro-ministro fará com que uma vitória do opositor Partido Conservador seja “mais provável”.

A situação política influencia negativamente a libra esterlina no mercado de câmbio.

Popularidade

PUBLICIDADE

A popularidade e a força política de Brown despencaram na medida em que os escândalos passaram a atingir seus assessores diretos.

O anúncio da renúncia da ministra do Interior, Jacqui Smith, na terça-feira (2), agravou ainda mais a situação, pois despertou o temor de que o Gabinete desmoronasse em meio à disputa eleitoral e antes do anúncio da reforma ministerial.

Na quarta-feira, a saída de Hazel Blears, ministra das Comunidades, já havia trazido instabilidade e questionamentos entre membros do partido.

Libra em queda

O conflito político estimulou a desvalorização da libra esterlina, que atingiu nesta sexta-feira (5) seu maior declínio desde abril frente ao dólar.

A moeda britânica operava há instantes a US$ 1,6092, recuando 0,57% frente ao registrado na véspera. O resultado é pouco superior ao US$ 1,6020, menor nível em sete dias, atingido nesta manhã.