Ministro da Fazenda do Japão é suspeito de registrar gastos pessoais como oficiais

Grupo político ligado ao ministério teria registrado utilizado cerca de ¥ 5,5 milhões do governo em gastos pessoais

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda do Japão, Seiichi Ota, está sob suspeita de ter utilizado o dinheiro do governo japonês de forma indevida. Isso porque uma organização política ligada ao Ministério registrou os gastos pessoais de um secretário ministerial como gastos oficiais.

O ministro já causou polêmica anteriormente, ao afirmar, em um programa de TV no Japão, que os consumidores do país asiático são muito exigentes e reclamam demais.

Gastos

No total, o grupo utilizou ¥ 23,46 milhões em serviços do Ministério entre 2005 e 2006, sendo que ¥ 5,5 milhões seriam referentes a gastos pessoais. Em uma coletiva de imprensa, Ota afirmou que não há nenhuma conta duvidosa em seu ministério.

Aprenda a investir na bolsa

Porém, a oposição já ameaça pedir a sua renúncia, e planeja questioná-lo na próxima sessão extraordinária, que acontecerá em setembro.

As suspeitas também poderão prejudicar a avaliação de governo do primeiro-ministro Yasuo Fukuda, que recentemente reestruturou o seu gabinete.