Política

Ministério Público pede multa a Bolsonaro e Lula por propaganda eleitoral antecipada

Procurador pede ainda a retirada imediata dos vídeos do YouTube, sob pena de multa diária de R$ 10 mil, segundo o colunista Lauro Jardim

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Muito se tem falado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado Jair Bolsonaro serão candidatos à presidência da República em 2018, mas até agora não foi lançada nenhuma candidatura de forma oficial. Mas o maior perigo é acabar fazendo campanha antes da hora, o que é proibido por lei.

E é esta situação que pode complicar os dois políticos. Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, o vice-procurador-geral Eleitoral, Nicolao Dino, pediu nesta sexta-feira (17) ao TSE que aplique multa a Bolsonaro e Lula por veiculação na internet de propaganda eleitoral antecipada.

O procurador fez o pedido baseado em vídeos que os dois fazem menção a possíveis candidaturas. Dino pede ainda a retirada imediata dos vídeos do YouTube, sob pena de multa diária de R$ 10 mil, segundo o colunista.

PUBLICIDADE

No caso de Bolsonaro, são citados três vídeos, sendo que em um deles é usada a expressão “Bolsonaro 2018”. Já para Lula, o procurador questiona um vídeo em que é possível verificar imagens do ex-presidente praticando atividades físicas, com a utilização de expressões como “eu tô voltando” e “Lula 2018”.