Justiça

Ministério Público pede absolvição de Lula na compra de silêncio de Cerveró

O procurador afirma que não há provas de que ele e André Esteves participaram do esquema criminoso

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O procurador da República Ivan Cláudio Marx pediu nesta sexta-feira (1) a absolvição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do banqueiro André Esteves no processo que envolve as investigações que apuraram a tentativa de compra do silêncio do ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró.

Marx afirma que não há provas de que eles participaram do esquema criminoso. Por outro lado, o Ministério Público pediu a condenação do ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS), o advogado Edson de Siqueira Ribeiro Filho, Maurício Barros Bumlai, José Costa Barros Bumlai e Diogo Ferreira Rodriguez.

“Delcídio estava agindo apenas em interesse próprio. E Cerveró estava sonegando informações no que se refere a Delcídio, e não sobre Lula, a quem inclusive imputava fatos falsos, no intuito de proteger Delcídio”, diz documento entregue pelo MPF.

Aprenda a investir na bolsa

“Para o procurador, ao contrário do que afirmou Delcídio do Amaral – tanto na colaboração quanto no depoimento dado à Justiça -, o pretendido silêncio de Cerveró, que à época cumpria prisão preventiva, não foi encomendado ou interessava a Lula, mas sim ao próprio senador”, diz a nota.