Ministério do Planejamento divulga avanço de 57,1 mil servidores desde 2003

Relatório ressalta que aumento acompanhou avanço da PEA; setores que mais expandiram são considerados estratégicos

SÃO PAULO – O Ministério do Planejamento divulgou nesta quarta-feira (7) relatório em que mostra aumento de 57,1 mil no número de servidores públicos durante os dois mandatos do presidente Lula.

Intitulado “Evolução Setorial da Força de Trabalho no Governo Lula”, o relatório é uma tentativa de responder às críticas da oposição e da imprensa, e ressalta que o aumento se deu principalmente em setores estratégicos, como Educação e segurança pública.

Justificativas

O relatório justifica o aumento de 1,77% do número de servidores ao ano citando o crescimento da PEA (População Economicamente Ativa), que avançou cerca de 1,71% ao ano no mesmo período, segundo o Ministério.

PUBLICIDADE

O estudo ressalta ainda o crescimento de carreiras específicas, como as ligadas às agências reguladoras. Além disso, afirma que houve aumento de cargos ligados à gestão pública, que “fortalecem a capacidade de planejamento e orçamentação, os mecanismos de decisão e o foco em resultados da Administração Pública”. O aumento de servidores nessa área – 1.742 a mais que 2002 – corresponde a 3% do aumento total das vagas.

O documento alega ainda que, como 40% dos servidores em atividade já têm 50 anos ou mais, é vital criar uma agenda estratégica de concursos para que os novos recrutados tenham contato com os antigos, visto que “não seria adequado esperar que eles se aposentassem para recrutar os novos servidores, pois parte da memória se perderia.”