Nova troca

Ministério de Minas e Energia anuncia nova troca na presidência da Petrobras (PETR3; PETR4)

José Mauro Ferreira Coelho foi o terceiro presidente da estatal no governo de Bolsonaro e vivia “fritura” no cargo

Por  Equipe InfoMoney -

O Ministério de Minas e Energia anunciou na noite desta segunda-feira (23) a demissão de José Mauro Ferreira Coelho da presidência da Petrobras (PETR3; PETR4), após 40 dias no cargo.

Seus antecessores no cargo, Roberto Castello Branco e Joaquim Silva e Luna, também foram dispensados durante o governo Jair Bolsonaro.

A mudança já era esperada. Coelho foi uma indicação de Bento Albuquerque, Almirante da Marinha, que ocupava o cargo de Ministro de Minas e Energia desde o início do governo Bolsonaro, e foi substituído por Adolfo Sachsida em 12 de maio. A troca ocorreu em meio à insatisfação declarada do presidente com reajustes de preços de combustíveis pela Petrobras.

No domingo (16), o presidente Jair Bolsonaro disse que caberia ao novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, deliberar sobre uma possível troca no comando da Petrobras. Na ocasião, perguntado se estava satisfeito com o desempenho de Coelho, Bolsonaro afirmou que “ele está há 30 dias lá” e voltou a criticar o que considera lucro elevado da estatal, repetindo avaliação que a margem de lucro da empresa é “um estupro”.

Leia mais:

Nova troca de CEO da Petrobras aumenta percepção de risco e ADRs caem mais de 10% no pré-market de NY

Novo presidente da Petrobras

Para assumir a presidência da Petrobras, foi indicado Caio Mário Paes de Andrade, que ocupava o cargo de secretário da Desburocratização, no Ministério da Economia. Em seu perfil no site do ministério, Paes de Andrade é descrito como um “empreendedor serial em tecnologia de informação e mercado imobiliário”.

De acordo com seu perfil, Paes de Andrade tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e é Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

Leia a nota do Ministério de Minas e Energia na íntegra:

O Governo Federal, como acionista controlador da Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, participa que decidiu promover alteração da Presidência da Empresa.

O Governo consigna ao Presidente José Mauro os agradecimentos pelos resultados alcançados em sua gestão, frente a Petrobras. O Brasil vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais.

Adicionalmente, diversos fatores geopolíticos conhecidos por todos resultam em impactos não apenas sobre o preço da gasolina e do diesel, mas sobre todos os componentes energéticos. Dessa maneira, para que sejam mantidas as condições necessárias para o crescimento do emprego e renda dos brasileiros, é preciso fortalecer a capacidade de investimento do setor privado como um todo. Trabalhar e contribuir para um cenário equilibrado na área energética é fundamental para a geração de valor da Empresa, gerando benefícios para toda a sociedade.

Assim, o Governo Federal decidiu convidar o Sr Caio Mário Paes de Andrade para exercer o Cargo de Presidente da Petrobras. O Sr Caio Paes de Andrade é formado em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduado em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

Portanto, o indicado reúne todos as qualificações para liderar a Companhia a superar os desafios que a presente conjuntura impõe, incrementando o seu capital reputacional, promovendo o continuo aprimoramento administrativo e o crescente desempenho da Empresa, sem descuidar das responsabilidades de governança, ambiental e, especialmente, social da Petrobras.

Por fim, o Governo renova o seu compromisso de respeito a governança da Empresa, mantendo a observância dos preceitos normativos e legais que regem a Petrobras.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe